• institutodocoracao

Pedras nos rins: causas, sintomas e como se prevenir

A dor chega a ser insuportável, relata a maioria das pessoas que tem pedras nos rins, como é conhecida popularmente a litíase renal.

Também chamada de cálculo renal, a litíase pode ser evitada com ações preventivas, entre elas, consultas periódicas ao médico urologista.

O Incor Rio Preto possui uma equipe de urologia à disposição para a prevenção e tratamento das pedras nos rins e outras doenças.

Segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), o cálculo renal atinge cerca de 12% da população brasileira, ou seja, mais de 26 milhões de pessoas.


O que é a litíase renal (cálculo renal ou pedras nos rins)?


É uma condição dolorosa marcada pela formação de pedrinhas que obstruem o sistema urinário. Popularmente conhecida como pedra nos rins, essa formação endurecida pode surgir nos rins e atravancar outro ponto do canal urinário. Como o ureter, canal que transporta a urina até a bexiga, é muito estreito, fica entupido.

O organismo tenta então expulsar a pedra resultando na dor intensa.



Quais os sintomas das pedras nos rins?


– Cólica que começa na região lombar e migra para outras áreas

– Dor no baixo ventre

– Sangue na urina

– Náuseas e vômito

– Vontade e fazer xixi a toda hora


Quais os fatores de risco das pedras nos rins?


– Abuso de sal na alimentação

– Ingestão em excesso de alimentos ricos em cálcio e proteínas

– Pouco líquido na dieta

– Altas temperaturas (muita transpiração e falta de hidratação adequada deixam a urina mais concentrada, aumentando a aglomeração das partículas)

– Obesidade

– Hipertensão

– Predisposição genética


Como se prevenir de ter cálculo renal?


Beber bastante líquido - para evitar a cristalização dos sais minerais presentes no aparelho urinário, o organismo precisa de água, portanto uma das maneiras de se evitar é tomar bastante líquido.

Uma maneira de checar se está tomando líquido suficiente é prestar atenção na cor do xixi, que que deve ser clarinha. Se estiver amarelado, significa que está muito concentrado e pode resultar na formação das pedras.


Evitar sal – quanto menos, melhor. O sal está presente em embutidos (linguiça, salsicha e salame), enlatados e macarrões instantâneos, por exemplo.


Moderar nos alimentos com alto teor de oxalato - espinafre, nozes, pimenta e chá preto, entre outros, devem ser consumidos com moderação por quem tem propensão a ter pedras nos rins.


Pessoas com alta concentração de ácido úrico no sangue devem ainda reduzir a ingestão de cerveja, carne vermelha e frutos do mar, uma vez que eles elevam ainda mais as taxas.

Cuidado com os suplementos de cálcio, mineral importante para o organismo, mas cuja suplementação só pode ser feita com recomendação médica. Do contrário, o excesso pode causar problema renal.

113 visualizações

contato

contato@incorriopreto.com.br

Tel. (17) 2139-8300 ou

(17) 3512 4300 

Av. José Munia, 7301

15 085-985
São José do Rio Preto/SP

horário

de

funcionamento

Segunda a Sexta  06:00 - 18:00

Sábado, Domingo e Feriado - Fechado

 

Incor Rio Preto - Versão 2019 por Intermídia e Wix .