contato

contato@incorriopreto.com.br

Tel. (17) 2139-8300 ou

(17) 3512 4300 

Av. José Munia, 7301

15 085-985
São José do Rio Preto/SP

horário

de

funcionamento

Segunda a Quinta  06:00 - 19:00

Sexta 06:00 - 18:00

Sábado 06:30 - 11:00

Domingo e Feriado - Fechado

 

Incor Rio Preto - Versão 2019 por Intermídia e Wix .

Centro de Exames Diagnósticos

que une tecnologia, conforto e

profissionais qualificados nas áreas de apoio.

Aliado ao corpo clínico altamente especializado, o INCOR RIO PRETO oferece à população ambiente humanizado, confortável, infraestrutura moderna e eficaz com Centro de Exames Diagnósticos que atende a uma gama completa de procedimentos, tais como:

Avaliação de marca-passo

Depois de implantado, o marca-passo deve ser avaliado periodicamente. Logo após o implante, as avaliações são mais frequentes e serão determinadas pelo médico que o implantou, dependendo de características próprias de cada paciente e do tipo de marca-passo implantado. Não há a necessidade de internação e a avaliação é totalmente indolor.

 

Ecocardiograma ou ecocardiografia

Ultrassom que capta imagens do coração, permitindo ao médico detectar alterações estruturais e/ou funcionais do órgão. Indicado para avaliar dor torácica, função ventricular esquerda, dispneia e edema, cardiomiopatias, valvopatias de sopro cardíaco e de próteses valvares, efeitos da hipertensão arterial sistêmica, entre outros.

 

Eco Doppler Vascular (ultrassom vascular)

Permite analisar o fluxo de sangue que circula nos vasos sanguíneos (veias e artérias). É utilizado para diagnosticar e quantificar o processo de aterosclerose (formação de placas de gordura na parede das artérias), doenças da aorta, doença arterial periférica, embolias, aneurismas e más formações. O exame dura de 30 a 60 minutos.

 

Eletrocardiograma

Também chamado de ECG ou apenas eletro, é o exame que detecta se existe alguma falha no funcionamento do coração, como arritmias, taquicardias, bradicardias ou indícios de infarto. Utilizado também para monitorar se dispositivos implantados no coração, como marca-passo, estão funcionando e se o uso de algum medicamento está causando efeitos colaterais. 

 

 

Ergometria ou teste ergométrico

Avalia o sistema cardiovascular sob esforço. Paciente começa caminhando em uma esteira como as de academia, que aumenta de intensidade gradativamente. A partir de eletrodos colocados no corpo, é possível entender como o coração reage à atividade física e dá para constatar dores no peito que não apareceriam se o coração estivesse em repouso.

 

Espirometria

Conhecida também por prova de função pulmonar ou exame do sopro, a espirometria é realizada para medir a quantidade e fluxo de ar que entra e sai dos pulmões. O resultado ajuda na análise das condições de ventilação do paciente, indicando a possibilidade de o paciente ter doenças respiratórias como asma ou doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

 

Ergoespirometria

Ela associa o teste ergométrico convencional com a análise do ar espirado pelo paciente, medindo consumo de oxigênio, produção de gás carbônico, frequência respiratória e ventilação pulmonar. É indicado para a avaliação funcional de doenças cardíacas e pulmonares, avaliação seriada no pré e no pós-transplante cardíaco, entre outras aplicações.

 

Holter

Exame em que o paciente fica durante 24 horas com um pequeno gravador portátil sem que altere sua rotina de vida. O aparelho registra a atividade elétrica do coração durante as atividades da pessoa. Utilizado para registrar arritmias ocasionais e auxiliar no diagnóstico de causas de desmaios, palpitações, tonturas, suspeita de fibrilação atrial, etc.

 

M.A.P.A.

Sigla de Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial, este exame mede a pressão arterial durante 24 horas. Normalmente solicitado quando há a suspeita da “hipertensão do avental branco”, em que paciente tem pressão acima do normal no consultório e normal fora dele. Auxilia também na avaliação da eficácia do tratamento de hipertensão e e diagnóstico de sintomas relacionados à hipotensão (pressão baixa).

 

Medicina Nuclear – Cintilografias

A cintilografia avalia o fluxo sanguíneo pelas artérias que nutrem o coração (coronárias) e sua distribuição no músculo cardíaco. O exame auxilia o médico a diagnosticar problemas cardíacos graves, como o infarto. É realizado em duas etapas: uma em repouso e a outra de esforço, físico ou farmacológico, a critério do médico.

 

Polissonografia (PSG)​​

Auxilia na avaliação de causas de insônia, sonolência excessiva, distúrbios respiratórios sono-dependentes e comportamentos anormais durante o sono. A PSG registra algumas informações fisiológicas do paciente enquanto dorme como, por exemplo, eletroencefalograma (EEG), eletrooculograma (EOG), eletrocardiograma (ECG), fluxo aéreo (nasal e oral), esforço respiratório (torácico e abdominal), entre outras.

 

Tilt test

Avalia como o corpo regula a pressão arterial em resposta a mudanças de posição, auxiliando no diagnóstico de tonturas e de perdas súbitas e transitórias de consciência, denominadas síncopes e conhecidas, popularmente, como desmaios. É realizado também para ajudar a detectar disfunções que provocam quedas da pressão arterial e da frequência de batimentos cardíacos.

 

Ultrassom

Também chamado de ultrassonografia e ecografia, o ultrassom é o exame que, através de imagens do interior do corpo, o médico faz o diagnóstico e acompanhamento de órgãos como o fígado, rins e, na mulher, o útero, ovários e colo uterino.