Avenida José Munia - 7301

JD. Vivendas

São José do Rio Preto-SP

contato@incorriopreto.com.br
Tel: (17) 2139 8300 - (17) 3512 4300

  • Wix Facebook page
  • Soundcloud Classic
  • YouTube Classic
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page

Incor Rio Preto 

Todos os direitos reservados

Copyright© 2019

Serviço de Urologia do INCOR
previne o câncer de próstata

O INCOR Rio Preto e seu Serviço de Urologia estão engajados no Novembro Azul para ajudar a conscientizar a população – sobretudo a masculina – quanto à prevenção do câncer de próstata.

O Novembro Azul é o mês de prevenção ao câncer de próstata, segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). Somente em 2018, cerca de 68 mil homens terão este câncer, segundo estimativa do Insituto Nacional do Câncer (Inca).

Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorre a partir dos 65 anos.

Incor Rio Preto possui urologista

O Incor Rio Preto possui também urologista em seu corpo clínico. Ele é o médico especialista na prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de próstata e todos as doenças que atingem o aparelho urinário do homem e da mulher.

O que é câncer de próstata?

É câncer que atinge a próstata, a glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis.

A prevenção é importantíssima, pois, quanto mais avançado o estágio do tumor, mais agressivo será ao corpo e mais difícil o tratamento.

As células cancerígenas multiplicam-se mais rapidamente do que as células normais da próstata.

 

Fatores de risco

 

O antecedente familiar é importante fator. A pessoa cujo pai ou tio teve o câncer tem o dobro de risco para desenvolver a doença.

Se o paciente tiver menos de 65 anos e mais de um parente afetado pela doença, o risco é até 11 vezes maior.

Outros fatores de risco são:

- alimentação rica em gordura e carne vermelha, pobre em legumes, vegetais e frutas;

- sedentarismo;

- obesidade;

- taxas de estrogênio: quanto maior a taxa, maior o risco;

- etnia: a incidência do câncer é maior em negros;

- poluição ambiental;

- contato com derivados de borracha e substâncias como ferro, cromo, chumbo e cádmio.

 

Sintomas

 

Na fase inicial, a maioria dos homens não apresenta sintomas relevantes, mas podem apresentar sintomas relacionados a outra doença comum que acompanha o envelhecimento do homem, a hiperplasia prostática benigna, com sintomas miccionais leves a moderados de dificuldade miccional.

 

Diagnóstico

 

O exame de toque retal e a dosagem de uma proteína do sangue (PSA) por meio de coleta de sangue são fundamentais para a prevenção e diagnóstico.

O toque retal identifica outros problemas além do câncer de próstata e é mais sensível em homens com algum tipo de sintoma.