Avenida José Munia - 7301

JD. Vivendas

São José do Rio Preto-SP

contato@incorriopreto.com.br
Tel: (17) 2139 8300 - (17) 3512 4300

  • Wix Facebook page
  • Soundcloud Classic
  • YouTube Classic
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page

Incor Rio Preto 

Todos os direitos reservados

Copyright© 2019

NOTICIAS

Varizes

Drª Rita Sanches

Especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular

 

CUIDANDO DE SUAS VARIZES

 

As varizes são veias superficiais anormais, dilatadas, cilíndricas ou saculares, tortuo­sas e alongadas, caracterizando uma alteração funcional da circulação venosa do or­ganismo, com maior incidência no sexo feminino.

As principais queixas clínicas dos pacientes são: dores tipo "queimação" ou “cansaço”' sensação das pernas estarem pesadas ou ardendo, edema (inchaço) das per­nas, principalmente ao redor do tornozelo, que, frequentemente, melhoram com a elevação dos membros inferiores e agravam-se no fim do dia, quando se permane­ce por longo tempo em pé ou sentado, no calor, nos períodos próximos ou durante a menstruação e também durante a gravidez.

A ginástica, desde que recomendada pelo médico e acompanhada por um profissi­onal é bastante aconselhável para evitar as varizes. Quanto à musculação, desde que não seja exagerada, não tem contra indicação.

 

Dicas úteis para evitar varizes:

 

- Evitar ganhos exacerbados de peso. EMAGREÇA!

- Dieta rica em fibras para evitar a constipação intestinal.

- Procurar não permanecer muito tempo parado em pé ou sentado.

- Não usar cintas abdominais apertadas.

- Realizar caminhadas e/ou exercícios físicos com supervisão médica.

- NÃO FUMAR!

- Utilizar sistematicamente meias elásticas, principalmente durante a gravidez.

- Evitar hormônios anticoncepcionais.

- Consulte regularmente seu angiologista/cirurgião vascular!

 

O tratamento específico das varizes depende, fundamentalmente, da veia a ser tratada. Aqueles cordões varicosos, salientes e visíveis, que elevam a pele, e aquelas pequenas veias de trajeto tortuoso ou retilíneo são de tratamento cirúrgico; já as te­langiectasias ou aranhas vasculares devem ser tratadas pela escleroterapia (inje­ção de uma solução esclerosante dentro destes vasos).

As veias que são retiradas, por estarem doentes, não colaboram para a circulação; ao contrário, sua retirada causa melhoria na drenagem venosa dos membros infe­riores, aliviando sintomas e prevenindo as implicações da evolução da doença. Você sabia que as varizes podem ser tratadas com Espuma e sem cirurgia?

Em todo planeta, metade das pessoas com mais de 20 anos de idade apresentam algum problema relacionado a varizes e um terço destas pessoas já têm transtor­nos que devem ser tratados. Para o tratamento ser iniciado basta um dos sintomas ou sinais: varizes visíveis, dor, inchaço ou manchas de pele. Na população adulta, 2% das pessoas com mais de 20anos de idade apresentam úlcera de perna. Os da­dos são do Ministério da Saúde e revelam a gravidade da situação relacionada à doença venosa crônica.

O tratamento mais empregado para estes casos da doença (um terço da popula­ção adulta, ou seja, mais de 30 milhões de brasileiros) é a cirurgia. Os inconvenien­tes da cirurgia são a internação, a anestesia e o tempo de repouso pós-operatório. Outro problema é que as varizes podem reaparecer em até 45% dos operados após 5 anos. O doente fica afastado de suas atividades profissionais e de sua vida pessoal por um período mínimo de 15 dias. A doença venosa crônica é a 141 causa de afastamento do trabalho e a 321 de aposentadoria por invalidez.

A pessoa começa a trabalhar aos 20 anos de idade e as varizes começam a apare­cer. Geralmente são tratadas com descaso ou negligenciadas pela falta de infor­mação do paciente. Este ao chegar à aposentadoria 35 anos depois, poderá apre­sentar, além das varizes, complicações que poderiam ser evitadas ou tratadas em tempo. Na velhice, na maioria dos casos, é preciso ficar tratando do problema, que muitas vezes está na fase das feridas nas pernas, em lugar de aproveitara vida. Tratamento sem Intervenção cirúrgica:

Naqueles pacientes que não querem ou não podem fazer tratamento cirúrgico, ho­je é possível realizar um tratamento revolucionário que elimina com as varizes através da injeção de uma substância transformada em Espuma. Esta espuma é injeta no interior das varizes com o objetivo de eliminá-las e assim retirá-las da circula­ção (o mesmo efeito buscado com a cirurgia). A veia se transforma em uma cica­triz imperceptível abaixo da pele algum tempo após o tratamento. Pode ser reali­zado também o tratamento das veias reticulares (veias azuladas que drenam para os vasinhos) através da ablação, que é realizada com o auxílio de um aparelho que permite a visualização dessas veias. A grande vantagem destes tratamentos é que além de modernos e eficazes, são realizados em consultório médico, sem ne­cessidade de anestesia. O paciente retorna às suas atividades logo após a realiza­ção destes procedimentos.

O risco de complicações, como alergias ou outras possibilidades mais sérias é de 0,02%. Estima-se que 90% estejam sem varizes e sem queixas após um ano de tra­tamento.

Estes dados acima citados comprovam que o tratamento é totalmente seguro.

Please reload